Rinite Alérgica


Rinite.jpg

Rinite alérgica significa uma inflamação da mucosa nasal em conseqüência a uma reação alérgica. O nariz é a primeira porta de entrada para o ar que inspiramos, internamente há uma mucosa que tem como uma de suas funções a proteção do organismo humano. Essa proteção é feita pela produção de muco, uma secreção que retêm poeira e outras substâncias que possam fazer mal ao nosso sistema respiratório.

A alergia faz com que o organismo produza uma grande quantidade de mediadores bioquímicos, estes atuam na mucosa nasal fazendo com que a mucosa tenha sua função secretora aumentada. Os pacientes que tem rinite alérgica apresentam uma grande produção de muco nasal, conseqüência dessa função exagerada da mucosa nasal, assim temos um dos principais sintomas da rinite alérgica: a coriza nasal. Veja abaixo os principais sintomas.

Sintomas comuns da Rinite Alérgica

  • Espirros freqüentes

  • Coriza nasal

  • Coceira nos olhos, nariz e garganta

  • Obstrução nasal

Principais alérgenos

Alérgeno é nome dado ao deflagrador da reação alérgica, os principais são:

  • Poeira

  • Ácaro

  • Pêlos de animais como gato e cachorro

  • Fragmentos de baratas, aracnídeos e fungos

  • Alguns alimentos

Tratamento da Rinite Alérgica

  • Higiene ambiental: Evitar o contato com os alérgenos, como exemplo citamos a manutenção do ambiente sempre ventilado, evitando tapetes e cortinas que possam acumular ácaros.

  • Medicamentos: O médico usa antialérgicos orais, sprays nasais contendo soro fisiológico e/ou corticóides nasais, entre outros medicamentos.

  • Vacinação: Quando o tratamento feito nestas condições (higiene ambiental e medicamentos) falha, pode-se associar o uso de vacinas antialérgicas. Esse tratamento é longo e caro, porém, quando feito corretamente, diminuí a sensibilidade do doente àquela substância ao qual era alérgico.


Postagens Destaque
Postes Recentes
Postagem por data
Busca por tags:
Nenhum tag.